Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2014

Um falso bem-casado e um amor

Imagem
Para abrir os trabalhos de 2014, após um curto período de descanso, pensei em trazer uma reflexão sobre planos, promessas e futuro. O assunto é importante, mas muito já foi escrito sobre isso por aí e com muito mais propriedade. Decidi por abrir o ano compartilhando uma receita que tem muita história e significado para mim: os meus pseudo bem-casados! A receita dá um certo trabalhinho, mas o sabor e a reação de quem experimenta são incríveis. É o melhor bem-casado (que não é exatamente um bem-casado) do mundo!
Antes da história, justifico o porquê do prefixo "pseudo", a fim de não criar falsas expectativas. A receita original trazia o nome de bem-casado. Eu, que era criança na época, não havia comparecido a festas de casamento e, portanto, desconhecia o bem-casado original, formado por dois pequenos discos de pão-de-ló com recheio de doce de ovos e calda de açúcar. Acabei consagrando na família a nomenclatura equivocada para designar, na verdade, um alfajor. De origem espanho…