Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2013

A torta de sorvete e uma doce homenagem

Imagem
Já estava com um post quase todo esquematizado na cabeça, quando li que hoje é o Dia do Sorvete. Para tudo!! Se a fonte da informação é segura ou não, não sei. A origem da data também não me preocupa muito. O que realmente importa é que, tratando-se de sorvete, devemos dedicar uma atenção especial. 
Pensei, então, no que dizer de diferente sobre o sorvete, além de compartilhar imagens inspiradoras. Sorvete é carinho, felicidade gelada no copinho ou na casquinha. Aí a memória e o sentimento falaram mais alto. Quando penso em sorvete, vêm à minha mente duas pessoas que passaram pela minha vida de formas completamente distintas, mas que deixaram a sua marca pra sempre. A elas presto esta doce homenagem no Dia do Sorvete. 
Minha avó Lila tinha uma sorveteria. Foram tantas as histórias dos seus sorvetes.
- Feito com fruta de verdade! - dizia ela.  - Sem corante, Deus me livre. E só com leite puro - resmungava.
E como ela amava os gelatos! Assim como uma criança, ela viajava longe enquanto sabor…

Atando os nós com o furoshiki

Imagem
Já manifestei aqui, e também no Facebook, minha admiração pela cultura japonesa. Qualquer que seja a técnica ou manifestação artística, os resultados são sempre incríveis. É uma cultura absolutamente criativa e que tem muito a nos inspirar nela. Pois é deles a técnica do furoshiki, a versão em tecido dos origamis. Não é algo tão novo assim, mas, por ser uma arte linda e acessível, achei interessante compartilhar aqui no blog. 
Sem necessitar de um ponto sequer - ou seja, não é necessária nenhuma habilidade de costura -, é possível fazer bolsas (as de praia, com as cangas coloridas, ficam lindas), sacolas para compras no supermercado e embalagens originais. Interessante também é a possibilidade de reaproveitamento de tecidos. 

O furoshiki pode ser uma excelente opção quando não há uma embalagem para presente de última hora. Na internet, há muitos vídeos e tutoriais ensinando o passo-a-passo. Esse site aqui é bem legal. Deixo aqui algumas ideias para inspiração.
Anda muito na modinha embal…

Para pensar: os 10 mandamentos da vida moderna

Imagem
Vocês já ouviram falar da School of Life("escola da vida")? Esse é um projeto do filósofo suíço Alain de Botton. Há bastante tempo, li uma das obras mais conhecidas de Alain, A Arte de Viajar, que, por sinal, é muito boa. Só de uns tempos pra cá, no entanto, é que percebi o quanto ele está em voga. Ateu convicto, De Botton acredita que é preciso popularizar a filosofia, conectando suas reflexões à vida cotidiana das pessoas. 
Alain entende que as religiões já foram o grande alicerce dos indivíduos diante das dificuldades, da morte, da finitude. No entanto, ele crê que essas crenças já não conseguem mais preencher os vazios e desfazer os medos que cada vez mais nos angustiam e nos sufocam. Pensando assim, criou a School of Life, uma escola que oferece "boas ideias para a vida no dia-a-dia". Com palestras e workshops na áreas de literatura, filosofia, artes visuais e psicologia, a escola pretende trazer à tona discussões e dilemas da vida moderna e também um alento ao…

Um sopro de cor e esperança na cidade

Imagem
Entusiasta da arte urbana e, claro, das múltiplas combinações de cores, eu não poderia deixar de admirar o trabalho da Mademoiselle Maurice. Há quem defina o trabalho dela como "grafitti de origami" e acho que a expressão descreve muito bem. 
A jovem francesa, formada em arquitetura, resolveu morar no Japão. Foi lá que, inevitavelmente, ela se apaixonou pela arte das dobraduras. A originalidade da obra de Maurice, entretanto, não está no origami em si, mas nas combinações que ela cria com cada dobradura, com cada cor. Justamente aí está o seu encantamento: a unidade, isolada, é fundamental, mas a beleza se cria a partir do conjunto de todas essas unidades. Bela ideia, aliás, para iniciar uma reflexão sobre nós enquanto indivíduos e grupos. Mas isso pode ser tema para um próximo post. 
De volta à Mademoiselle Maurice, vejo sua obra como uma área de escape no meio da cidade cinzenta, dura e passageira. Profundamente impactada com os terremotos e explosões na usina nuclear de Fuk…